As orelhas continuam crescendo pro resto da vida?

Por Manuel Schutze*

É bem provável que você já ouviu falar nessa história, talvez também fazendo referência ao crescimento do nariz. Mas será mesmo que essas duas estrutura realmente nunca páram de crescer? Bem, eu também tive essa dúvida e, após consultar alguns professores de histologia e anatomia do departamento de morfologia do ICB/UFMG e de ler alguns artigos científicos sobre o assunto, cheguei a algumas respostas interessantes.

Um trabalho realizado por um grupo de pesquisadores japoneses e publicado na revista The Laryngoscope em 2001 (ver referência no final da página) mostrou que realmente as orelhas aumentam de tamanho durante o envelhecimento. A pesquisa foi feita com 1958 indivíduos saudáveis, de ambos os sexos e de idades variadas.

Então isso significa que as orelhas crescem pro resto da vida? A resposta é não! Preste bem atenção, as orelhas apenas aumentam de tamanho, mas isso não significa que elas estão realmente crescendo. Na verdade, o aumento de tamanho das orelhas e do nariz faz parte do processo de envelhecimento natural do corpo. Assim como a pele fica mais fina e elástica, aparecem rugas, o cabelo fica branco, os ossos mais fracos e outra alterações, as orelhas também tem sua estrutura interna e externa alterada.

O que acontece na orelha é que a flacidez da pele e a frouxidão da gordura sob a pele causam o alongamento dessa estrutura, dando a impressão de que a orelha cresce. O mesmo acontece no nariz. A flacidez da pele pode fazer a ponta do nariz cair um pouco, dando a falsa impressão de que ele cresceu.

Sabe-se hoje, com pesquisas usando microscópio e outros métodos tecnológicos, que a cartilagem elástica (essa que forma a orelha) não cresce significativamente mais após os 15 anos de idade.

Bem, espero que esse texto possa ter acabado com sua curiosidade!

baço
Gráficos mostrando (no eixo vertical) o valor em mm de diversas medidas do ouvido (B, C e D) feitas em diferentes grupos etários (eixo horizontal). A linha contínua representa os homens e a linha pontilhada as mulheres. Conclui-se que o tamanho da orelha aumenta com o envelhecimento.

* Manuel Schutze é estudante de medicina na UFMG e escreve regularmente no Espaço Saúde. Saber mais sobre este autor.

Referências bibliográficas

- Artigo científico: Isamu Ito, MD; Masato Imada, MD, PhD; Minoru Ikeda, MD, PhD; Kouhei Sueno, MD, PhD;
Tomio Arikuni, MD, PhD; Akinori Kida, MD, PhD. A Morphological Study of Age Changes in Adult Human Auricular Cartilage With Special Emphasis on Elastic Fibers. The Laryngoscope Lippincott Williams & Wilkins, Inc., Philadelphia © 2001 The American Laryngological, Rhinological and Otological Society, Inc.
- Agradescimento aos professores Patrícia Martinelli e Márcio Cardoso do Departamento de Morfologia do Instituto de Ciências Biológicas da UFMG pela colaboração.

[ Proibida a reprodução integral ou parcial, para uso comercial, editorial ou republicação na internet, sem autorização MESMO QUE CITADA A FONTE - (Inciso I do Artigo 29 - Lei 9.610/98). Permitido o uso para trabalhos escolares, sem autorização prévia, desde que não sejam republicados na internet. ]